segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Caros Alunos!

Este é um pequeno guia de dicas para a elaboração do Pôster Científico! Conforme consta no programa, esta será uma forma de avaliação e também a oportunidade de já entrar em contato com esta ferramenta muito utilizada em congressos e encontros acadêmicos. Junto com o pôster lhes é solicitado um pequeno trabalho de pesquisa que deve ter de 3 a 5 páginas.

Dicas do Trabalho de Pesquisa:
  • Escolha seu tema dentre os estipulados no programa;
  • É muito importante que a pesquisa seja bem embasada nas leituras realizadas, porém é bem interessante que algumas ideias e pontos de vista despertados durante a pesquisa sejam trabalhados. Como podem perceber, o trabalho impresso não é muito grande, apenas 5 a 8 páginas, então a coesão e concisão também deverão ser bem trabalhadas para que não fique muito superficial.
  • A apresentação do Pôster Científico serve justamente para que a sua carga de pesquisa e ponto de vista sobre o tema sejam explicitados. Por isso, não caia na tentação de fazer uma pesquisa “rasa” para o trabalho escrito, pois o seu preparo será demonstrado, principalmente, durante a apresentação. No trabalho escrito, fica muito mais fácil organizar as ideias se você já possui um planejamento para a apresentação; dessa forma, consegue com maior facilidade ser conciso.
  • O trabalho escrito deve conter:
Introdução – Apresente o tema escolhido e faça observações pertinentes.
Pesquisa e Discussão – Conteúdo pesquisado que deve ser trabalhado com as ferramentas e conceitos que os autores que encontrar sobre seu tema fornecerão. Caso deseje, você pode subdividir o tópico.
Conclusão – Ordene o pensamento das informações coletadas e a discussão de forma sucinta, fechando o trabalho.
Referências – Não esqueça das referências! Elas são muito importantes também, porque além de creditar a fonte de conhecimento, servem para pesquisas e consultas futuras!
  • No canto esquerdo do Blog consta o link para as normas da ABNT.

Dicas para o Pôster Científico:

O Pôster Científico é uma ótima forma de transmitir conhecimentos e novas ideias de maneira objetiva. Abaixo, seguem algumas dicas de como realizá-lo e também do que evitar. Um modelo está disponível para que você possa ter um parâmetro.

Dicas de Ouro!
  • Primeiramente, é importante entender que, embora o pôster seja uma forma econômica de apresentar um conhecimento, ele deve conter essencialmente o que você deseja comunicar. Não pode ser algo que necessariamente precise de você para explicá-lo, mas também deve servi-lo quando você estiver defendendo sua pesquisa;
  • A segunda dica está ligada à primeira. Como o pôster é uma ferramenta de comunicação visual, é necessário que não seja muito carregado de texto. Para isso, figuras, fluxogramas, esquemas, mapas e outras formas de organização sintética do conhecimento podem ser utilizados;
  • É muito importante que o pôster traga suas referências de pesquisa e que você, na sua exposição, consiga explorar as informações e conceitos dos autores pesquisados no seu tema.

Dicas Técnicas!
  • O título deve ter um bom destaque, permitindo que um visitante em potencial saiba facilmente do que trata o trabalho;
  • Use fontes grandes, como 24 pt para o texto, 34 pt para os cabeçalhos e 70 pt para o título. Uma pessoa deve ser capaz de ler o pôster confortavelmente a 1,5 m de distância. Cuidado com fontes incomuns, que podem não estar disponíveis na gráfica da esquina. Dê preferência a fontes não serifadas (sem ornamentos), tais como Arial, Verdana ou Tahoma, pois elas facilitam a leitura a longa distância. Evite misturar fontes muito diferentes;
  • As diferentes seções devem estar bem separadas uma das outras, a fim de facilitar para o visitante reconhecer onde está cada seção do trabalho. Costuma-se dividir o pôster em três colunas, para que fique mais amigável à leitura. Porém no modelo você pode perceber que existem outras formas de organização;
  • As figuras devem ser atraentes e explicativas. Use o bom senso;
  • Um bom pôster, conforme citado na dica de ouro, deve ter pouco texto; contudo, deve conseguir comunicar por si o intuito da pesquisa;
  • Lembre-se: o pôster é sua ferramenta! É muito importante o seu preparo, até para que você se sinta mais seguro e tranquilo na apresentação;

Espero ter ajudado!
Abraços!

Um comentário:

  1. Dicas muito boas sobre o pôster, e o blog no todo também está muito legal!

    ResponderExcluir